Buscas do Google

Blog do Arima

Buscas do Google

Buscas do Google

Como fazer sua empresa aparecer em primeiro lugar nas buscas do Google?

Esta é, sem dúvida, a principal dúvida de gestores de empresas de todos os portes. Como fazer para conquistar uma posição privilegiada e aparecer em primeiro lugar nos resultados da busca do Google? A resposta é simples, basta ser relevante!

Mas a jornada rumo à relevância pode demorar meses ou até mesmo anos. Ser relevante para o Google significa que o seu website é a resposta ideal para o quê as pessoas estão procurando. Ou seja, o Google acredita que elas precisam conhecer o seu website ao digitarem determinada palavra-chave.

Tecnicamente falando, os robôs do Google levarão em conta fatores, como:

- O conteúdo do seu website: o quão relevante é o seu website para aquela palavra-chave buscada. Você precisa saber quais são as 10 melhores palavras-chave para o seu negócio e tentar inseri-las em diversas páginas do seu website. As suas palavras-chaves serão um grande indicador para o Google saber do que o seu website fala.

- A estrutura do seu website: título das páginas, estrutura de parágrafos (h1, h2), descrição de imagens deverão ter uma estrutura que faça sentido. O Google precisa compreender como suas páginas estão organizadas e por meio de tags que definem títulos, subtítulos e parágrafos, ele compreenderá qual a sua relevância para o tema.

- A credibilidade do website na internet: quantos outros websites mencionam o seu website criando links diretos para o seu. Isso pode ser obtido através de parcerias ou, naturalmente, a medida que as pessoas começarem a mencionar o seu website em fóruns, blogs e outros websites.

- Taxa de rejeição do seu website: a quantidade de pessoas que saem do seu website sem terem clicado em alguma coisa. Isso é também chamado de bounce rate. Uma taxa de rejeição alta diz ao Google que apesar das pessoas terem clicando na sua chamada no resultado da busca, ao chegarem ao website, não era bem o que elas queriam.

- Sinais sociais: o engajamento obtido nas suas redes sociais conta pontos para o Google. Quanto mais pessoas compartilharem seus posts nas redes sociais, maior também a chance de outras pessoas clicarem e lerem o seu conteúdo. Independente do Google dar importância aos sinais sociais, você ganhará visitantes para o seu website.

O trabalho de otimização de website é chamado de SEO, que é a sigla para otimização para sistemas de busca. Este trabalho é desenvolvido por profissionais especializados ou consultorias de marketing. Mas, mesmo que você não queira ou não tenha recursos para pagar uma boa agência, com as dicas que deixei aqui, aos poucos, você pode conseguir alcançar o topo nos resultados do Google. E como já mencionado, lembre-se: seu website precisa ser relevante para seu público-alvo. Pense além do serviço ou produto que você vende, ou como sua empresa pode agregar valor ao um potencial cliente oferecendo conteúdo online relevante. É preciso tornar-se referência em um determinado tema e fazer o Google entender isso.

E não existe Otimização de Website (SEO) sem conteúdo! Então, produza muito! Uma boa estratégia de conteúdo é peça-chave em qualquer programa de marketing. Sem isso, todas as ações que fizer dali em diante ficarão sem sentido. Portanto, o primeiro passo é definir que tipo de conteúdo pode melhorar a vida de outras pessoas. E na sequência, começar a produzi-los de maneira recorrente. Mude sua mentalidade e faça seu website parecer uma grande biblioteca de conteúdo relacionado aos serviços ou produtos que vende. Logo ele pode ser o número 1!

Sobre o autor:
Pai do Matheus e esposo da Gil, Alexandre Arima é Head Latam da área de Marketing e Relações Públicas da Robert Half, com experiência em start-ups e na indústria de recrutamento. Tem graduação em Administração de Empresas pelo Mackenzie com um MBA em Marketing de Serviços pela FIA-USP. Nas horas vagas, gosta de pilotar seu drone, filmar, editar vídeos e participar de corridas de rua (10 km).

Outros artigos relacionados

Como crescer em 2018? Implemente 10 iniciativas hoje, para colher os frutos no próximo ano.
ler mais
Brand Awareness no Supermercado Aprendendo conceitos simples de reconhecimento de marca de uma forma fácil. Através de uma simples volta pelo supermercado, vamos poder entender como David Aaker classifica os quatro níveis de reconhecimento que alguém pode ter sobre uma marca.
ler mais
“Quem olha para fora sonha, quem olha pra dentro desperta” A frase acima é de Carl Jung, o famoso psicanalista suíço que desenvolveu a teoria dos tipos psicológicos, amplamente utilizada no mundo corporativo atualmente. Essa frase, da qual gosto muito, pode ser aplicada em muitas situações de nosso dia a dia, mas aqui vou explorá-la no âmbito dos negócios.
ler mais